Criare Seguros

Seguro Viagem

O que é?

Este seguro garante auxílio no caso de imprevistos no embarque, na permanência e no retorno de viajantes. Há produtos para todos os destinos – no Brasil e no exterior –, adequados a todos os perfis de turistas e de profissionais que viajam a trabalho. O preço é atraente e varia de acordo com as coberturas contratadas e o número de dias da viagem. Provavelmente você arrumou as malas com antecedência, pesquisou informações sobre as condições climáticas da cidade ou país para onde vai, fez uma programação cuidadosa, com reserva de hotéis, mapas, dicas de amigos, compromissos agendados, etc. Mesmo que você tenha cuidado dos mínimos detalhes, imprevistos acontecem, mas podem e devem ser reduzidos. Esse seguro oferece serviços práticos, a custo relativamente baixo, cerca de 5% do valor da viagem. Ainda que a participação do seguro viagem no mercado de seguros seja pequena, a maior procura pelo produto registra forte crescimento nos últimos anos, principalmente devido ao aumento de viagens ao exterior. De 2005 a 2010, a venda do seguro viagem quase quadruplicou ao passar de R$ 9,5 milhões para R$ 33,5 milhões, segundo dados da Superintendência de Seguros Privados (Susep).

Os países europeus exigem seguro saúde dos turistas?

Inicialmente, cinco países do bloco da Comunidade Europeia (CE) assinaram, em 1985, o Acordo de Schengen que estabeleceu a livre circulação de pessoas no território europeu. Atualmente os 27 países – Bélgica, França, Alemanha, Luxemburgo, Holanda, Itália, Portugal, Espanha, Grécia, Áustria, Suécia, Noruega, Islândia, Finlândia, Dinamarca, Eslovênia, Eslováquia, Polônia, Malta, Lituânia, Letônia, Hungria, Estônia, República Checa, Suíça, Romênia e Bulgária –, que integram a CE, exigem que turistas comprovem possuir um plano de assistência médica e hospitalar, no valor mínimo de € 30 mil. Embora não seja um procedimento rotineiro das autoridades aduaneiras, é recomendável não contrariá-las, no caso de exigirem a apresentação do cartão de assistência médico-hospitalar. A falta do documento implica o retorno do turista ao país de origem.

SOLICITE SEU SEGURO